Quinto capítulo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quinto capítulo

Mensagem por Admin em Dom Set 13, 2015 7:23 pm

Voltando para a sala de espera, Renata pede o nome e o número de telefone de Fernando.

FERNANDO - Diz para sua amiga me ligar ok?
RENATA - Digo sim.


Enquanto Fernando sai, Marilene chega desesperada

MARILENE - Cadê minha filha????
RENATA - Dona Marilene, a Sisi está de repouso, deixe ela descansar um pouco.
MARILENE - Não! Eu quero ver minha filha. Cadê os médicos incompetentes desse lugar?

Enquanto Marilene fica tagarelando, Renata aproveita para dar o fora.

CASA DE ROBERTO, Morro do Alemão

Fernando chega de mansinho durante a madrugada e encontra todos dormindo, mas Luiz acorda.

LUIZ - Finalmente hein cara?
FERNANDO - Estou exausto.
LUIZ - E aquela moça, hein? Hmmmmm estou sentindo um clima.
FERNANDO - Não fiz mais que minha obrigação, já que foi por minha causa.


SEDE DA JUNTY, Barra da Tijuca,

PATRÍCIA -
Olá, chefinho, Aqui está todo o relatório de hoje.
CARLOS EDUARDO (se queixando de dor nas costas) - Ai... Obrigado anjinha. Deixe aqui na minha mesa.

Indo sensualmente em direção a Carlos Eduardo.

PATRÍCIA - Quer uma massagem, garotão? Todos AMAM minha massagem.

Fazendo massagem e causando loucura em Carlos Eduardo, Patrícia agarra-o e começa a enche-lo de beijo.

CARLOS EDUARDO - Que bela funcionária eu contratei, hein?

Patrícia começa a tirar as roupas até que o telefone toca.

CARLOS EDUARDO - É minha mulher
PATRÍCIA - Deixa tocar, vai. Vamos aproveitar.
CARLOS EDUARDO - Não posso.

CARLOS EDUARDO (por telefone) - O que você quer?
MARILENE (por telefone) - Nossa, amor, que seco. Nossa filha foi esfaqueada. Ela tá aqui no hospital Unimed.
CARLOS EDUARDO (por telefone) - Estou correndo pra aí!

CARLOS EDUARDO - Minha filha sofreu um assalto e está no hospital, tenho que ir correndo, tchau.

Carlos Eduardo sai da sala.

PATRÍCIA (inconformada) - Mas... Ah. Me deixou aqui plantada. Mas deixa, um dia não vou mais precisar dele mesmo. (risadas malignas)

MORRO DO ALEMÃO

VALÉRIA -
Salve Salve Morro do Alemão. Olha quem tá chegando ai! O maior gostosão.
FERNANDO - Menos, Valéria.

Valéria vai se aproximando sensualmente.

VALÉRIA - Quem são esses dois filhotes ai?
FERNANDO - São os filhos do Roberto e da Manu.
VALÉRIA - Que gracinhaaaas! Fala "oi" pra titia.
GUSTAVO - Ooooooi
VALÉRIA - Muito fofo

Então isabel, filha mais nova com apenas 2 anos, começa a chorar,

FERNANDO - Está assustando as criancinhas.
VALÉRIA - Um tapa na tua cara.

Saindo rindo, Fernando decide passar no bar do Tonhó e pega seus dois irmãos chapados e bebendo vários copos de cerveja.

FERNANDO - Bonito vocês dois, hein? Em vez de ajudar, só estão dando preju.
DIRCEU - É p que a gente ganha, camarada!

HOSPITAL UNIMED, Centro da Cidade.

MÉDICO -
Senhorita Marilene? Pode entrar já.
MARILENE - Eba.

Marilene entra na sala desesperada.

MARILENE- Filhaaaaaaaaa. Você tá bem? O que aconteceu? Onde você estava? Quem fez isso com você? Vou mandar matar.
SIMONE - Calma mãe. Eu estou impossibilitada de responder muita coisa agora.
MARILENE - Você estava lá no Morro, né? Eu te falei que lá é um lugar perigoso. Você está PROIBIDA de voltar lá.

Carlos Eduardo chega empurrando todos.

CARLOS EDUARDO - Filha. Como você tá?
SIMONE - Eu to bem, to bem pai.

Marilene vê manca de batom no pescoço de Carlos Eduardo e começa a fazer escândalo.

MARILENE - O QUE É ISSO EM SEU PESCOÇO, SENHOR CARLOS EDUARDO? POR ACASO É MARCA DE BATOM? DESGRAÇADO, QUEM É A VADIA?
CARLOS EDUARDO - Calma mulher, estamos no hospital, mais silêncio.

Ela continua então os seguranças expulsam os dois da sala.

SIMONE - Esses meus pais. (dando risada)

Admin
Admin

Mensagens : 182
Data de inscrição : 03/10/2014

Ver perfil do usuário http://proprio.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum